Busca

Mark Vasconcelos Creative Solutions

Teaching & Learning

Tag

news

Café com Java – Dezembro

Dia 10/12/2011(Sabádo) haverá um Café com Java.

O que é Café com Java?

Organizado a algum tempo por mim ( Marcos Vasconcelos ) e o Eduardo Bregaida, é um encontro para o pessoal fazer networking. As ultimas duas edições do evento foram na Caelum e contaram com algumas palestras, como agora é dezembro e época de férias voltaremos com o formato original do evento, vamos diretamente a um PUB!

Onde?

Blue Pub – Alameda Campinas, 105 – proximo ao metrô Trianon-Masp – mapa.

Quem pode ir?

Todos! É uma confraternização, um networking, nada formal, também não é algo focado apenas em Java, se você programa em outra linguagem vá também.

Fotos de outros Café com Java: Flickr

Não esqueçam!

Hora: 16:00 – até a hora que todo mundo for embora
Local: Blue Pub – Alameda Campinas, 105 – proximo ao metrô Trianon-Masp – mapa.
Twitter HashTag: #CafeComJava

Projeto Alegria

Só repassando a noticia que o Vini postou.

Eu e o ViniGodoy começamos no GitHub(mas mudamos para o Google Code por que o plugin do Github não é muito bom), um novo projeto chamado Alegria. A idéia é ser um Engine 2D para Java, completamente OpenSource, baseado na LWJGL.

Esse projeto vai ser tocado nas horas vagas, como um hobby. Ele tem o objetivo de servir de estudo e ao mesmo tempo de base para as aulas de inteligência artificial e física pra jogos que o ViniGodoy leciona.

Também pretendo desenvolver uns joguinhos com ele, por diversão (desde que encontre algum artista de bom coração).

E lógico, o conteúdo aprendido vai gradualmente virar tutoriais e artigos para o Ponto V!

Antes que perguntem:

1. Por que Java?

Primeiro, porque é uma linguagem que eu e o Vini gostamos. Somos membros ativos (tão ativos a ponto de sermos moderadores) do GUJ, um dos maiores fóruns de Java do Brasil. E, como somos os donos do projeto, foi uma escolha um tanto natural;

Segundo, é bastante produtivo programar em Java. Nada de dangling pointers e outros traumas do C++. Queríamos uma linguagem para nos divertir programando e sem muita escovação de bits;

E terceiro, porque é uma linguagem muito popular. Uma pena que não tenha sobrecarga de operadores, mas como integraremos o groovy, esse “detalhe” pode ser facilmente contornado.

1.1. Mas eu amo C ou C++, fico sem alternativa?

Não. Conheça os projetos Chien2D (em C) e GameSpaceLib 2.0 (C++). Ambos de pessoal fera da área e autores do Ponto V!

2. Vai ser free?

Sim, LGPL.

3. Quando terei um build para baixar e usar no meu projeto?

Não estamos prometendo prazos, nem datas, e nem que as primeiras versões serão estáveis e compatíveis entre si. Se déssemos esse tipo de promessa, a coisa viraria trabalho e não hobby.

Entretanto, iremos traçar alguns objetivos mais ousados num futuro próximo, até para o projeto não morrer de vez (como por exemplo, participar de algum Game Jam ou da SBGames com ele). A definição destes dependerá do calendário para o ano que vem.

4. Por que a LWJGL?

Acreditamos que não há motivos para não se utilizar o hardware da placa de vídeo hoje em dia. Jogos como Aquaria, Penumbra ou World of Goo, mais do que provam essa teoria. A OpenAL ainda fornece suporte a som 5.1 ambiental, o que torna a experiência de games mais rica.

5. Que versão da OpenGL será necessária para rodar o projeto?

Versão 2.0, ou até superior. E sim, iremos tentar dar um bom suporte à Shaders.

6. Por que 2D e não 3D?

Não queremos concorrer com a JMonkeyEngine, mas não descartamos a hipótese de brincar um pouco com três dimensões no futuro.

Bom, é isso. Aceitamos comentários, sugestões e novas idéias são sempre bem vindas.

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑